Você morava em casa, se mudou para um apartamento e agora acha que seu gatinho se sente preso? Ou apenas acha que seu bichinho deveria ter a chance de explorar um pouco com você para protegê-lo de riscos? Esse post é para você.

Passear com o seu gato? Por que não?

Apesar de ser mais comum encontrar cães desfilando por aí com seus donos, é perfeitamente possível que você leve seu amigo felino para passear. Gatos são animais curiosos por natureza, e você deve se lembrar como seu pet explorava cada cantinho da sua casa quando foi adotado ou como ele fica curioso quando você troca grandes móveis de lugar.

Segurança em primeiro lugar.

Antes de levar seu gato para desbravar as vizinhanças é preciso ensiná-lo a usar coleira e guia. Você não quer que em um momento de susto seu pet se solte ou se machuque por causa da coleira, não é? Para passear dê preferência às coleiras de peitoral e específicas para gatos, elas têm tiras ajustáveis para se moldarem ao corpo do seu gatinho, mas não esqueça de tirar as medidas do seu pet antes de ir às compras.

Ensinando seu gato.

Assim como os cachorros, os gatos podem ser ensinados a usar coleira e passearem tranquilos, tanto os filhotes como os adultos. Esse processo é um pouco mais demorado para os gatos, na verdade ele vai acontecer no tempo do seu pet, uma vez que se você forçar o animal a usar a coleira, ele vai associá-la a algo ruim. É preciso acostumar o gatinho a usar o assessório aos poucos e ir gradativamente aumentando o tempo de uso ainda em casa, até que seu gato se sinta confortável com a coleira e a guia. Só depois de acostumado a usar a coleira e certificado que seu gatinho não vai conseguir se livrar dela durante o passeio é que vocês devem começar a sair de casa. Estimule gradativamente o pet a sair de casa e explorar, mas não o force, afinal alguns gatos têm hábitos mais ociosos e outros são mais ativos e curiosos.

Um passeio diferente.

Passear com seu gato será uma experiência diferente de passear com um cachorro. Tenha em mente que seu bichinho precisa se sentir seguro nos locais de passeio, então se perceber que seu gato está estressado ou assustado demais durante os passeios talvez seja melhor escolher locais mais isolados e com a presença de menos bichos, como a garagem do seu prédio, até o bichano ter confiança para explorar outros locais. É importante também citar que seu gato pode querer apenas ficar sentado olhando a paisagem ou pode querer cheirar cada cantinho e subir em vários locais, principalmente árvores, portanto deixe que ele conduza o passeio.

Desfrute da liberdade.

Passeios com seu gato podem ser prazerosos para você e para ele e podem ser incorporados na rotina do seu pet, mas não se esqueça conferir se a saúde, vacinação e vermifugação do seu pet em dia antes de sair com seu pet. Contratar um plano de saúde que cubra as principais consultas e procedimentos te dará uma segurança a mais na hora de levar seu bichano para se aventurar. É importante também que você peça ajuda de alguém caso vá passear com mais de um pet ao mesmo tempo, pelo menos no começo.

Você tem um bichinho curioso e explorador ou seu gatinho é mais preguiçoso e inseguro? Você e ele já se sentem confiantes para caminharem juntos pelas redondezas e parques?

 

Comments

comments