Se você é o tutor de um gato já percebeu que seu pet é bastante expressivo, mas nem sempre entendemos tudo o que nossos bichanos querem dizer. Esse post é para  te ajudar com a linguagem dos gatos.

Diz muito sem dizer nada

Se você já conviveu com um cachorro e com um gato já percebeu que eles adotam algumas posturas corporais semelhantes, mas que nem sempre querem expressar a mesma coisa. No caso dos felinos é importante observar a posição das orelhas, movimento da cauda, postura corporal, dilatação da pupila e os olhos do seu pet, eles te dirão muito sobre as emoções do seu companheiro antes dele emitir qualquer som.

Tá na cara

Começando pelas expressões faciais dos gatos é possível identificar rapidamente se ele está se irritando, se assustando ou até te dando sinais de agressividade.

  • Orelhas relaxadas posicionadas para frente: Estado natural, tranquilidade.
  • Orelhas eretas: Sinal de irritação do gato, evite se aproximar ou então seu pet está demonstrando que não está gostando dos carinhos
  • Orelhas para os lados ou para trás: Sinal de agressividade, o gato pode estar se preparando para atacar.
  • Olhos semicerrados, pupilas estreitas e com orelhas para frente: seu pet está demonstrando felicidade.

De cabo a rabo

A cauda do seu pet também demonstra muito do que ele está sentindo, e aqui ocorre uma confusão com algumas expressões dos cães.

  • Cauda na altura do corpo sem muito movimento: Estado natural.
  • Cauda na altura do corpo, mas abanando lateralmente: Sinal de irritação ou desconforto (ao contrário dos cães).
  • Cauda levantada: Símbolo de felicidade e interesse amigável, se estiver vibrando então o gato está muito contente.
  • Cauda eriçada: Símbolo de medo ou de ataque.
  • Cauda baixa: Símbolo de preocupação ou submissão.

Soltando a voz

Além da linguagem corporal, seu pet pode se comunicar com você e com outros pets através de miados, ronronando, silvando ou rosnando. Nem todo gato é tagarela e é muito possível que alguns tutores raramente ouçam seu pet miar ou ronronar, ainda que ele demonstre sua felicidade de outras maneiras, mas tenha certeza que os bichanos são espertos o suficiente para miar e mostrar aos tutores o que querem.

O ronronar é, geralmente, uma demonstração de confiança e contentamento. Por outro lado, existem alguns estudos que sugerem que o gato as vezes pode ronronar para si mesmo em situações de dor ou ansiedade.

Se você estiver diante de um gato que esteja rosnando ou silvando (sibilando) para você, provavelmente você já ignorou alguns outros sinais de linguagem corporal que mostram o descontentamento do felino. Essas duas formas de expressão são maneiras claras de intimidar e demonstrar agressividade.

Gestos típicos dos felinos

Existem alguns comportamentos do pet felino que todo tutor já conhece e gosta muito dos sinais de alegria, confiança e proteção que seus gatinhos demonstram.

  • Esfregar-se no tutor: é uma forma de saudar o tutor, demonstrar a felicidade em vê-lo e demonstrar carinho. Os gatos possuem glândulas que ao esfregar a cabeça em você ele deixa um cheiro característico. É uma forma de do pet dizer que você é importante e parte da família.
  • Virar-se de barriga para cima ao ver o tutor: é uma maneira de demonstrar que ele confia totalmente em você. Isso não quer dizer que seu gato queira ser acariciado na barriga, local onde eles raramente gostam de carícias.
  • Trazer pequenas presas: se seu pet te traz ratos, passarinhos e insetos com frequência, então ele está te dando presentes e te mostrando o bom caçador que ele é. Não brigue com seu gato se ele fizer isso por você uma vez ou outra.

Conviver com um gato é uma experiência bastante diferente de conviver com um cachorro. Vale lembrar que cada pet, seja ele gato ou cachorro, tem suas particularidades e pode se expressar de maneiras diferentes do usual de sua raça ou espécie. O pet felino é mais voluntarioso e independente, mas capaz de demonstrar tanto carinho, e as vezes até mais, do que um cachorro. Você e seu pet conseguem se entender sem problemas? Depois desse post vocês dois vão se dar melhor ainda!

Comments

comments