Verminose no pet. Se livrando dos clandestinos.

//, Cuidados Com Pet, Curiosidades, Doenças, Gato, Plano de Saude, Saude Pet/Verminose no pet. Se livrando dos clandestinos.

Verminose no pet. Se livrando dos clandestinos.

Você sabe as doenças que os vermes podem causar no seu pet? Confira aqui nesse post mais sobre as verminoses.

Muitos males, o mesmo nome

Verminose é um termo geral para a contaminação por um dos diferentes tipos de vermes que podem parasitar um cão, gato ou humano. Existem várias espécies de vermes que podem atacar o seu pet, se fixando em órgãos como intestino, coração, estômago, esôfago, pulmões e rins. Esses parasitas podem ser vermes de corpo achatado ou arredondado, liberar proglotes (partes do próprio corpo) ou não.

Como meu pet pode se contaminar com vermes e como identificar?

Cada parasita pode ter meios diferentes de se infiltrar no organismo do pet, alguns penetram ativamente através da pele, seus ovos ou larvas são ingeridos pelo animal ou contato com outros animais infectados (como no caso da picada de mosquito que transmite a dirofilariose).

Uma vez fixados no organismo do pet, sua atividade deve fazer com que ele demonstre os sinais da presença dos parasitas. Esses vermes normalmente causam irritação, infecção e feridas nas partes internas (mucosas) dos órgãos onde se instalam, se alimentam de sangue ou absorverem outros nutrientes do pet e muitos secretam toxinas no organismo do seu peludo. Os principais sintomas são:

Abdômen inchado: a proliferação dos vermes causa o inchaço do abdômen do pet e frequentemente os tutores acham que o animal está apenas “gordinho”. Mas comumente o animal sente desconforto ao ter a barriga apalpada.

Magreza: devido ao mau funcionamento dos órgãos afetados pelo verme ou roubo de nutrientes pelos parasitas.

Diarreia ou presença de sangue nas fezes

Presença de vermes nas fezes: é sempre importante observar, ao recolher as fezes do seu pet, se não há a presença de algo diferente, tanto para a identificação de vermes quanto outras doenças que possam causar alterações de excretas.

Prostração e olhar triste

Anemia

Arrastar o bumbum no chão

Veterinário sempre

Se você percebeu que há algo incomum com seu peludinho, leve-o ao veterinário. É ele quem vai determinar se realmente está ocorrendo uma verminose, quais os danos causados e o tipo de parasita que está atacando seu pet. O exame de fezes é importante para identificar que tipo de verminose está acometendo seu pet e muitas outras patologias. Nessas horas, ter um bom plano de saúde pet pode ser de grande ajuda.

O veterinário deve instruir o tutor com a vermifugação e prescrever tratamentos para outros sintomas que o pet apresente. Não medique seu animal por conta própria, pois a verminose pode causar outros problemas que o tutor pode não ter identificado, dependendo de onde os vermes se instalam e o grau de infestação que o pet apresentava.

Cuidado contínuo

A vermifugação deve ser um cuidado contínuo na vida do pet, sendo feito semestralmente (sem se esquecer do reforço da primeira dose, se houver a necessidade). Filhotes possuem uma rotina especial de remédios contra vermes. É importante lembrar que alguns dos parasitas que afetam seu cão ou gato podem também serem transmitidos ao humano, portanto esse é um cuidado essencial para a saúde de todos na casa. Cuide do seu pet para livrar a todos desses pequenos hóspedes indesejados.

Comments

comments

By | 2018-11-30T14:03:20+00:00 dezembro 24th, 2018|Cachorro, Cuidados Com Pet, Curiosidades, Doenças, Gato, Plano de Saude, Saude Pet|0 Comments